jusbrasil.com.br
24 de Agosto de 2019

Empresas contratam negros

Edson Pereira de Oliveira, Advogado
há 3 anos

Pós 15 anos de políticas públicas como as cotas, a presença de estudantes que se declaram pretos e pardos nas universidades brasileiras praticamente dobrou. O alto escalão do mundo corporativo, no entanto, permanece majoritariamente branco.

Diante desse fosso, empresas e instituições ligadas à educação iniciaram uma mobilização para tentar encurtar a distância entre a sala de aula e as seleções de emprego.

O conjunto de ações inclui a formalização de um pacto pelo qual as companhias se comprometem a promover igualdade de oportunidades na ocupação de vagas. Entre as signatárias estão Bradesco, Google, Magazine Luiza, Santander e outras oito.

Em outra frente, com apoio do Ministério da Educação, será criado um banco de talentos de universitários negros, estudantes ou formados, que poderão ter acesso a treinamentos para concursos públicos ou para ocupações no setor privado. Eles também serão encaminhados para vagas de estágio e trainee.

Será uma espécie de "LinkedIn" com esse corte, diz José Vicente, reitor da Faculdade Zumbi dos Palmares e presidente da organização Afrobras, que articula a iniciativa. Os cursos serão ofertados pelo Ciee (Centro de Integração Empresa-Escola).

http://arte.folha.uol.com.br/cotidiano/2016/11/04/negros-faculdade/?w=620&h=570

Fonte: Folha de São Paulo

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)